Tudo bem


Você não veio comigo... – não pode – tudo bem,
Vou eu sozinho, e encontro forças na lembrança de ti...
Pois tu foste a mais forte muralha contra os desígnios da vida.
Foste a mais linda rosa nas cinzas do pós-guerra...
Tu vences, eu... vou vivendo...
E acredito que isso também é vencer!